AL: entre acusados de corrup��o e pistolagem, Kassab lan�a PSD

Odilon RiosDireto de Macei?

Entre acusados de assassinato, forma??o de quadrilha e lavagem de dinheiro, o prefeito de S?o Paulo, Gilberto Kassab (DEM) lan?ou, em Alagoas, o Partido Social Democr?tico - PSD -, legenda, segundo ele, com "o ideal e a chama da renova??o". "(Temos) o ideal e a chama da renova??o, a vontade de acertar e a oportunidade de aprender com os erros dos outros partidos que ao longo do tempo, na sua grande maioria, entenderam que qualquer que seja a avalia??o que fazem desse partido, o PSD, todos sabem que existem l?deres experientes com vontade de renovar", disse Kassab.

O partido em Alagoas ser? liderado pelo deputado federal Jo?o Lyra (ex-PTB) e o prefeito de Macei?, C?cero Almeida (ex-PP), futuro presidente da Executiva Municipal do partido. Almeida foi indiciado, em 2007, pela Pol?cia Federal, suspeito de participar de um esquema, na Assembleia Legislativa de Alagoas, que desviou R$ 300 milh?es. Ele ? acusado de forma??o de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro e crime contra o sistema financeiro nacional.

Almeida responde tamb?m por atos de improbidade administrativa em investiga??es realizadas pelo Minist?rio P?blico Estadual em empresas de coleta de lixo. Um esquema do qual o prefeito participaria, segundo o MP, desviou R$ 200 milh?es dos cofres p?blicos que seriam destinados ? coleta de lixo. O pedido de cassa??o do mandato e pris?o ? analisado pelo judici?rio.

"Todos sabem destas acusa??es, mas, uma pesquisa mostra que 83% das pessoas confiam em mim", disse o prefeito, em discurso, logo em seguida aplaudido. O primeiro a assinar o ato de filia??o no PSD foi o deputado estadual Dudu Holanda (ex-PMN). Em 2009, Dudu se envolveu em uma briga com o vereador Paulo Corintho (PDT) durante uma festa de Natal. O vereador acusou o deputado de arrancar, a dentadas, parte da orelha dele. Dudu sempre negou a acusa??o.

Ao lado de Kassab estavam o ex-deputado estadual Celso Luiz - l?der, segundo a PF, da organiza??o criminosa que desviou os R$ 300 milh?es da Assembleia Legislativa - e o vice-presidente da Assembleia Legislativa, Ant?nio Albuquerque (PTdoB) - que rapidamente deixou o evento.

Albuquerque foi preso em uma opera??o da Pol?cia Civil suspeito de crimes de pistolagem. Ele ? acusado de matar o ex-cabo da Pol?cia Militar Jos? Gon?alves em 1996 em um "cons?rcio de deputados". Foi indiciado em 2007, suspeito de liderar a organiza??o que desviou verbas da Assembleia.

Na disputada festa de filia??o - realizada em um hotel de luxo na ?rea nobre de Macei? - o ex-deputado Gilberto Gon?alves - preso v?rias vezes suspeito de fraudes na Assembleia - estava na lista de convidados e apareceu para avaliar o novo partido.

Kassab veio a Alagoas ap?s passar pelo Piau? - onde tamb?m conseguiu as assinaturas necess?rias para a cria??o da nova legenda. Ele precisa de, no m?nimo, meio milh?o de nomes. Em Alagoas, 12 prefeitos, 56 vereadores, um deputado estadual e um federal assinaram a ficha de funda??o do PSD - um dos documentos a ser protocolado em cart?rio e encaminhado ? Justi?a Eleitoral.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails