Bruno C�sar e Ganso esquecem Europa e revanchismo para brilhar

 . Foto: Fernando Borges/Terra/Divulga??o

Bruno C?sar x Paulo Henrique Ganso: camisas 10 regem finais do Campeonato Paulista
Foto: Fernando Borges/Terra/Divulga??o

Eles jogam com as cobi?adas camisas 10 de Corinthians e Santos. S?o agenciados pela DIS, empresa do Grupo Sonda, e est?o cada vez mais pr?ximos do futebol europeu, embora ainda vivenciem a rivalidade do Campeonato Paulista. Neste domingo, ?s 16h (de Bras?lia), no Pacaembu, os meio-campistas Bruno C?sar e Paulo Henrique Ganso querem esquecer os projetos pessoais para brilhar no primeiro jogo da decis?o estadual.

Bruno C?sar j? est? vendido ao Benfica, de Portugal. Desde que acertou a transfer?ncia, contudo, ele prometeu se empenhar ao m?ximo para se despedir do Corinthians com o t?tulo paulista.

"Nunca vou tirar o p? de uma dividida", garantiu. A disposi??o convenceu o t?cnico Tite, que promoveu o retorno do jogador ? equipe titular no final da fase classificat?ria - ele havia acabado na reserva, por queda de rendimento, antes mesmo da elimina??o na pr?-Libertadores.

Do outro lado, Ganso tamb?m come?ou a mostrar ? torcida do Santos que continua comprometido. Os constantes boatos sobre uma iminente negocia??o com um grande clube europeu (Milan e Inter de MIl?o, ambos da It?lia, s?o os mais especulados) desgastaram a imagem do atleta no in?cio do ano.

A situa??o piorou quando o rival Corinthians, advers?rio santista na final do Paulista, externou o interesse em contratar o prata da casa do rival.

Ganso n?o se abalou: "eu sempre vou tentar chamar a responsabilidade para ajudar o meu time a vencer". Ciente da qualidade do meio-campista, o diretor de marketing corintiano, Luis Paulo Rosemberg, disse que s? poderia torcer por uma m? atua??o neste final de semana. Preferiu n?o assediar o jogador, como havia feito h? tr?s semanas, para n?o perturb?-lo antes do cl?ssico.

J? Ganso conseguiu incomodar bastante Tite e os defensores do Corinthians ?s v?speras da partida. "Ele ? um jogador que tem um poder de passe decisivo, podendo deixar um companheiro na cara do gol. O toque de bola do Ganso?? muito preciso. Ao lado do Neymar, ent?o...", advertiu o pr?prio Bruno C?sar, sem se esquecer de citar tamb?m as pr?prias qualidades.

"Sou bom nas finaliza??es de fora da ?rea, de todo lugar. Ainda n?o consegui encaixar neste ano, mas isso pode?acontecer agora", vislumbrou.

Ganso e Bruno C?sar se encontraram na ?ltima final de Campeonato Paulista, quando o corintiano defendia o Santo Andr?. "O Santos mereceu ser campe?o em 2010, mas fiquei chateado pela forma como foi, com erros cruciais da arbitragem. Podemos ficar quites agora", avisou o futuro atleta do Benfica. "Mas n?o existe revanche. N?o quero levar por esse lado. ? outro jogo."

At? Ganso tem (poucas) lembran?as negativas daquele encontro com Bruno C?sar. "N?o?devemos permitir?que aconte?a o mesmo do ano passado, em que perdemos jogadores por bobeira", alertou, relembrando o fato de tr?s atletas do Santos terem sido expulsos contra o Santo Andr?.

Como a final de 2011 ?diante?do Corinthians, Ganso tamb?m poderia pensar em vingan?a. O meio-campista disputou a sua primeira decis?o como jogador profissional justamente?contra o maior rival, no Paulista de 2009.

"Mas n?o tem nada de revanche. O Santos s? pensa em conquistar t?tulos", priorizou, muito mais maduro dois anos depois. "Mudou at? o meu nome antes, ele era chamado de Paulo Henrique Lima. Estou mais experiente. Sei da minha import?ncia para o time e procuro fazer o meu melhor. ? especial disputar a final do Campeonato Paulista pelo terceiro ano consecutivo. Vamos procurar conquistar o t?tulo para a na??o santista", discursou.

Bruno C?sar far? o poss?vel para impedir que o desejo de Ganso se concretize nesta temporada. Ainda mais porque os jogos contra o Santos provavelmente ser?o os seus ?ltimos no Corinthians.

"Quero sair de portas abertas daqui, com o t?tulo do Paulista. Eu me identifiquei muito com o clube, com a torcida. Fiz amizade com todo mundo. Sempre vou lembrar do Pacaembu lotado, com o p?blico empurrando a nossa equipe do come?o ao fim. O corintiano vai aos est?dios at?em dias?frios e chuvosos. Espero voltar. Sempre fui corintiano. N?o negarei isso nunca."

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails