D�vida grega: grandes pa�ses do euro descartam reestrutura��o

Os grandes pa?ses da zona do euro descartaram nesta sexta-feira ? noite qualquer reestrutura??o da d?vida da Gr?cia durante uma reuni?o em Luxemburgo, anunciou o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, num momento em que aumenta a inquieta??o sobre a situa??o grega. "Descartamos a reestrutur??o da d?vida grega; e n?o discutimos uma sa?da da Gr?cia da zona do euro, pensamos que isto seria uma op??o est?pida", declarou Juncker aos jornalistas no fim da reuni?o.

Neste encontro participaram os ministros das Finan?as dos quatro maiores pa?ses da zona do euro: Alemanha, Wolfgang Schauble, Fran?a, Christine Lagarde, It?lia, Giulio Tremonti, Espanha, Elena Salgado, assim como Jean-Claude Juncker. O ministro grego das Finan?as, George Papaconstantinou, o presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, e o comiss?rio europeu de Assuntos Econ?micos e Monet?rios, Olli Rehn, tamb?m participaram das discuss?es. "Pedimos ao nosso colega grego que se somasse ? reuni?o nesta noite porque os Estados Unidos e o Fundo Monet?rio Internacional nos fizeram perguntas sobre a Gr?cia", explicou Juncker sem entrar em mais detalhes.

O site alem?o Spiegel Online deixou os mercados nervosos ao falar sobre o encontro e afirmar que era convocado porque a Gr?cia queria abandonar a zona do euro diante da incapacidade de resolver suas dificuldades financeiras. Diversas fontes desmentiram esta situa??o, come?ando por Atenas, que negou "categoricamente" qualquer projeto de abandono da moeda ?nica e denunciou uma manobra de especula??o.

De acordo com uma fonte europeia interrogada pela AFP, os ministros das Finan?as expressaram sua inquieta??o na reuni?o pelas dificuldades da Gr?cia de alcan?ar os objetivos fixados em termos de redu??es do d?ficit e saneamento de suas contas, e pediram a Papaconstantinou que redobre seus esfor?os. A situa??o ? "dif?cil", afirmou a fonte.

O assunto vem ? tona enquanto aumentam os rumores nas pra?as financeiras sobre uma inevit?vel reestrutura??o da d?vida p?blica grega, que supera 150% do PIB. A reuni?o de Luxemburgo foi consagrada tamb?m ? situa??o de Portugal, que acaba de concluir negocia??es para obter um plano de ajuda de 78 bilh?es de euros da UE e do FMI, em troca de um dr?stico plano de austeridade, segundo uma fonte europeia.

Os ministros tamb?m discutiram a sucess?o do presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, a partir do outono. O italiano Mario Draghi parte como favorito. A Fran?a o apoia, assim como o ministro alem?o das Finan?as, Wolfgang Sch?ble. J? a chanceler alem?, Angela Merkel, n?o se pronunciou oficialmente.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails