Liberais brit�nicos sofrem castigo duplo nas urnas

Os brit?nicos aplicaram um castigo duplo aos liberais democratas nas urnas nesta sexta-feira ao recusar a reforma do sistema eleitoral e tomar metade de suas cadeiras nas elei??es municipais.

O "N?o" ? mudan?a do sistema vigente pelo chamado "Voto Alternativo" - que permitiria aos eleitores votar em v?rios candidatos por ordem de prefer?ncia - ganhou por 68,31% dos votos apurados hoje, segundo os resultados oficiais, sobre 99,7% das urnas.

Apenas os bairros londrinos de Camden e Islington e os colegiados universit?rios de Cambridge e Oxford votaram a favor da reforma.

A participa??o da popula??o foi superior ? esperada, de 41,6%, ao t?rmino de uma campanha ofuscada pelo casamento do pr?ncipe William e Kate Middleton.

O l?der liberal-democrata, Nick Clegg, classificou de "golpe amargo" o resultado, sendo que o referendo foi uma das condi??es impostas por ele para formar uma coaliz?o com os conservadores de David Cameron quando estes careciam de uma maioria suficiente para governar, em maio de 2010.

Os "Tories", contudo, sempre se mostraram contr?rios a mudar um sistema que historicamente os tem favorecido e apoiaram uma agressiva campanha pelo "N?o".

O chamado "voto alternativo" - que tamb?m tinha oficialmente o apoio do opositor Partido Trabalhista - obriga o candidato eleito a obter mais de 50% dos votos, contrariamente ao sistema atual, segundo o qual "o que chega primeiro ganha".

Os liberais democratas j? haviam sofrido um rev?s na noite anterior, nas elei??es municipais, e atribu?ram o descontentamento dos brit?nicos ao seu respaldo aos duros planos de ajustes implementados pelo governo para reduzir um d?ficit sem precedentes.

O s?cio minorit?rio da coaliz?o perdeu a metade dos seus assentos nas c?maras municipais da Inglaterra, segundo os resultados dos 279 munic?pios inclu?dos nestas elei??es, entre os quais n?o figurava Londres.

Os liberais democratas perderam, inclusive, a maioria relativa de que dispunham em Sheffield (norte da Inglaterra), no c?rculo eleitoral de Clegg.

O maior beneficiado nessas elei??es foi o opositor Partido Trabalhista, somando mais 700 cadeiras. Ao todo, os trabalhistas obtiveram 37% dos votos, contra 35% dos conservadores e apenas 15% para os liberais democratas, seu pior resultado desde a funda??o do partido no final dos anos 80.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails