Paquist�o confirma que colaborou com a intelig�ncia americana

A principal ag?ncia de intelig?ncia paquistanesa (ISI) confirmou nesta ter?a-feira que "compartilhou" informa??es sobre Osama bin Laden com os Estados Unidos, mas negou que for?as do Paquist?o tenham participado da opera??o que matou o l?der da Al-Qaeda.

Em declara??es ? Ag?ncia Efe, um alto cargo do ISI sustentou que a colabora??o em mat?ria de intelig?ncia foi o ?nico papel do Paquist?o na opera??o, sem detalhar se foi decisiva para lan?ar o ataque ou para conhecer o paradeiro de Bin Laden.

"O presidente Obama aludiu a isso em sua declara??o. Disse que o Paquist?o tinha sido um fator instrumental para compartilhar informa??es. Nossa coopera??o chegou at? a?", assegurou a fonte, que pediu anonimato.

O alto cargo do ISI insistiu que n?o houve uma "participa??o f?sica" do Paquist?o, apenas troca de informa??es, mas precisou, no entanto, que n?o podia dar detalhes sobre se os Estados Unidos atuaram a partir de intelig?ncia proporcionada pelo Paquist?o ou a partir de informa??es pr?prias, o que ? apontado por fontes americanas.

A fonte tamb?m contestou o assessor para a luta contra o terrorismo da Casa Branca, John Brenna, que avaliou ser "inconceb?vel" que Bin Laden n?o tivesse um "sistema de apoio" no Paquist?o, em uma alus?o velada ? seguran?a paquistanesa.

"Isso ? totalmente falso. ? infeliz que n?o conhec?ssemos seu paradeiro. Se soub?ssemos, o ter?amos capturado antes", assegurou o alto cargo do ISI, referindo-se ao fato de as for?as americanas terem matado Bin Laden na cidade de Abbottabad, pr?xima a Islambad.

Osama bin Laden ? morto no Paquist?o
No final da noite de 1? de maio (madrugada do dia 2 no Brasil), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou a morte do terrorista Osama bin Laden. "A justi?a foi feita", afirmou Obama num discurso hist?rico representando o ?pice da chamada "guerra ao terror", iniciada em 2001 pelo seu predecessor, George W. Bush. Osama foi encontrado e morto em uma mans?o na cidade paquistanesa de Abbottabad, pr?xima ? capital Islamabad, ap?s meses de investiga??o secreta dos Estados Unidos .

A morte de Bin Laden - o filho de uma milion?ria fam?lia que acabou por se tornar o principal ?cone do terrorismo contempor?neo -, foi recebida com enorme entusiasmo nos Estados Unidos e massivamente saudada pela comunidade internacional. Enquanto a secret?ria de Estado dos EUA afirmava que a batalha contra o terrorismo continua, o alerta disseminado em aeroportos horas depois da not?cia simboliza a incerteza do impacto efetivo da morte de Bin Laden no presente e no futuro.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails