PF acha cr�nios de on�as pintadas em a��o contra safaris

?TALO MILHOMEM Direto de Campo Grande

A Pol?cia Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renov?veis (Ibama) divulgaram nesta sexta-feira o resultado da opera??o Jaguar II, realizada ontem, na fazenda Santa Sofia, no munic?pio de Aquidauana (MS). O objetivo era combater saf?ris ilegais na regi?o do Pantanal. Foram apreendidas 12 galhadas de cervos do Pantanal, dois cr?nios de on?as-pintadas e uma mand?bula de porco monteiro.

A investiga??o ? um desdobramento da opera??o Jaguar I, realizada em julho do ano passado em Sinop (MT). Na ?poca, um v?deo enviado anonimamente para Pol?cia Federal mostrava a realiza??o de saf?ris na fazenda Santa Sofia. Com as imagens, al?m de identificar um dos envolvidos, Marco Ant?nio Moraes de Melo, mais conhecido como Toninho da On?a, a pol?cia conseguiu concluir que havia uma conex?o entre as pr?ticas dos dois munic?pios. Toninho permanece foragido desde 2010.

Segundo o superintende do Ibama no Mato Grosso do Sul, David Louren?o, as investiga??es preliminares das duas opera??es apontam que turistas, principalmente estrangeiros, chegavam a pagar de US$ 30 a US$ 40 mil pelas ca?adas. A taxa inclu?a a viagem, o alojamento e o aluguel do armamento necess?rio para a ca?a dos animais, al?m da entrega de "trof?us" como peda?os de pele de on?a.

Na fazenda, tamb?m foram encontrados cinco rev?lveres de calibre .38, uma espingarda carabina, dois fuzis, um pistola .357, de uso exclusivo das for?as armadas e 17 caixas de muni??o. Foram encontrados tamb?m dois turros - instrumento que imita o som das on?as e as atrai para o abate -, uma bolsa feita com couro de on?a pintada e a pele de uma sucuri de 3,5 m.

Nenhuma pessoa foi presa, e a Pol?cia Federal n?o divulgou o nome do dono da fazenda. O propriet?rio ser? autuado ap?s a per?cia e poder? pagar entre R$ 5 mil a R$ 10 mil por pe?a que envolva o abate de animais silvestres.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails