Coreia do Sul enviar� ajuda humanit�ria adicional para Coreia do Norte

A Coreia do Sul aprovou nesta segunda-feira uma ajuda humanit?ria adicional em alimentos e rem?dios para a Coreia do Norte apesar da persistente tens?o entre ambos os pa?ses, informa a ag?ncia local "Yonhap".

Cinco associa??es cidad?s obtiveram permiss?o para enviar 830 milh?es de wons (533 mil euros) em p?o, leite de soja, provis?es m?dicas b?sicas e meios para combater a mal?ria.

Com isto, a ajuda total ? Coreia do Norte este ano chega a 2,28 trilh?es de wons (quase 1,5 milh?o de euros), segundo o Minist?rio da Unifica??o.

Esta ajuda privada chega quando ainda n?o se dissipou a tens?o entre as duas Coreias ap?s o ataque de Pyongyang sobre uma ilha do Mar Amarelo em novembro do ano passado, que causou a morte de dois militares e dois civis sul-coreanos.

O Minist?rio da Unifica??o disse que revisar? e aprovar? outros pacotes de ajuda, sempre que certificar que esta ? necess?ria e que ser? distribu?da de maneira transparente.

Desde a grande crise de fome de meados dos anos 90, a Coreia do Norte dependeu muito da ajuda internacional, embora esta tenha diminu?do por causa dos testes bal?sticos e a pol?tica nuclear do regime comunista nos ?ltimos anos.

Desde que o conservador Lee Myung-bak chegou ? Presid?ncia sul-coreana em 2008, Seul ofereceu pouca ajuda alimentar a seu vizinho do norte.

A primeira assist?ncia custeada pelo Governo de Lee foi enviada ano passado para atenuar os efeitos das inunda??es na Coreia do Norte durante o ver?o, mas a provis?o foi interrompida no dia depois que Pyongyang atacou a ilha de Yeonpyeong com artilharia.

Al?m desse ataque, o suposto afundamento por parte de Pyongyang da corveta sul-coreana Cheonan, que causou em mar?o a morte de 46 tripulantes, contribuiu para deteriorar as rela??es e provocou uma parada brusca na ajuda humanit?ria e os projetos conjuntos.

Desde o come?o de 2011, a Coreia do Norte solicitou em v?rias ocasi?es entabular di?logo para reduzir a tens?o com a Coreia do Sul e reativar projetos econ?micos conjuntos e a ajuda humanit?ria, enquanto Seul reivindica a Pyongyang concess?es em seu programa nuclear.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails