Policiais civis de MG entram em greve por tempo indeterminado

Os policiais civis de Minas Gerais entraram em greve nesta ter?a-feira, por tempo indeterminado, reivindicando melhores sal?rios e condi??es de trabalho. A decis?o foi tomada em assembleia do Sindicato dos Servidores da Pol?cia Civil do Estado (Sindipol-MG), em 29 de abril. As delegacias n?o v?o ser fechadas, mas alguns servi?os ser?o limitados.

O atendimento ? popula??o dever? ser realizado apenas pela manh? e entre 18h30 e 21h, como plant?es. Tamb?m ser? feita "opera??o padr?o", com os pr?prios delegados acompanhando na ?ntegra todos os atos e ouvindo policiais, testemunhas e conduzidos, um de cada vez. N?o ser?o instaurados inqu?ritos policiais nem despachadas ocorr?ncias. Os r?dios permanecer?o ligados, por?m os contatos dever?o ser feitos por telefone. As viaturas caracterizadas ficar?o apenas para "casos de extrema necessidade".

Em caso de acidente sem mortos, a Pol?cia Civil n?o vai comparecer para realizar a per?cia. Exames de corpo de delito, de responsabilidade do Instituto M?dico Legal (IML), n?o ser?o realizados.

Reivindica??es
A categoria exige que as metas exigidas pelo governo sejam reduzidas em 50% e revis?o da matriz remunerat?ria, com implanta??o de subs?dio como modalidade de remunera??o dos servidores. Tamb?m pedem a revoga??o da carreira jur?dica militar que institui curso de Direito para cargo e carreira de oficial, entre outras reivindica??es.

O sindicato espera que a chefia da Pol?cia Civil marque uma reuni?o para negociar com a categoria.

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails