"Minha primeira vez"- "Quantas vezes sentimos medo"

"Minha primeira vez"- "Quantas vezes sentimos medo" Artigonal.com - Diretório de artigos gratuitos Diretório de Artigos Gratuitos Porque publicar artigos? Autores Populares Artigos Populares  AResponde Publicar Artigos Login Login via Login via Facebook Cadastro Olá área do Autor Saír if($.cookie("screen_name")) { $('#logged_in_true li span').html($.cookie("screen_name").replace(/\+/g,' ')); $('#logged_in_true').css('display', 'block'); $('#top-authors-tab').css('display', 'none'); } else { $('#logged_in_false').css('display', 'block'); } Email
Senha
Salvar os dados
Esqueceu a senha?
Home > Literatura > Poesia > "Minha primeira vez"- "Quantas vezes sentimos medo" "Minha primeira vez"- "Quantas vezes sentimos medo" Editar Artigo | Publicado em: 13/05/2011 |Comentário: 0 | "Minha primeira vez" - Rosângela Zorio

amancompimage.jpg

Sobre mim, sob mim...em mim!" Lancinante, inerente e inebriante...o seu cheiro invadia-me as narinas e as entranhas."

"Quantas vezes sentimos medo"

Quantas vezes sentimos medo...
Medo de arriscar em busca de uma circunstância existencial que nos seja satisfatória,

Quantas vezes falamos sem ser notados;
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida;
Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota;
Quantas vezes aquela lágrima teima em cair,
justamente na hora em que precisamos parecer fortes ;

 

Quantas vezes sentimos medo

e por quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz;
E a resposta vem,
seja lá como for:
um sorriso, um olhar cúmplice,
um cartãozinho,
um bilhete,
um gesto de amor;

Quantas vezes sentimos medo...

E a gente insiste;
Insiste em prosseguir,
em acreditar,
em transformar,
em dividir,
em estar,
em ser;

Quantas vezes sentimos medo...
E Deus insiste em nos abençoar,
em nos mostrar o caminho:
Aquele mais difícil,
mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir,
por que tem uma missão...
ser feliz...

Quantas vezes sentimos medo...

Medo de errar,
Medo de mudar,
Medo de modificar o meio circundante através de um novo trabalho, através da expressão dos nossos mais íntimos sentimentos.

Quantas vezes sentimos medo...

Quantas vezes batemos em retirada com o coração amargurado pela injustiça;
Quantas vezes sentimos o peso das responsabilidades sem ter com quem dividir;
Quantas vezes sentimos solidão,
mesmo cercado de pessoas;

Quantas vezes sentimos medo...

Medo da reação das pessoas,
Diante de nossos desejos e opiniões,
Medo de perdemos o que nem chegamos a ter,

Quantas vezes sentimos medo...

Medo de lutar pela vida ,com a certeza de que a qualquer instante
A morte pode nos derrotar!

imagens_para_meditar1.jpg

Retrieved from "http://www.artigonal.com/poesia-artigos/minha-primeira-vez-quantas-vezes-sentimos-medo-4765096.html" (Artigonal SC #4765096)

Clique aqui para re-publicar este artigo em seu site ou blog. É fácil e de graça! Rosangela Zorio Rosangela Zorio - Perfil do Autor:

Perguntas e Respostas Pergunte nossos autores perguntas relacionadas a Poesia... Pergunte 200 Letras sobrando Esfolio minha pele uma vez por semana,uso gel para lavar e fazer limpeza na pele,porem ñ consigo tomar muita água..isso é muito ruim? Minha namorada e ex viciada eu queria saber se com quanto tenpo ela esqueçe da droga e quais sao as reaçoes da valta da droga tem dois messes que estamos juntas entao tenho muito medo Como me proceder minha esposa não gosta de transar ela é muito fria as vezes fico até 6 meses sem sexo não estou suportando mais Avaliar artigo 1 2 3 4 5 Voto(s) 0 Voto(s) Feedback RSS Imprimir Email Re-Publicar Fonte do artigo: http://www.artigonal.com/poesia-artigos/minha-primeira-vez-quantas-vezes-sentimos-medo-4765096.html Palavras-chave do artigo: em mim, por mim, desejo, medo, vida, morte Artigos relacionados Últimos artigos de Poesia Mais artigos por Rosangela Zorio Em psicanalise

Joana tem amealhado bastante lucro em seus negócios, mas também tem contribuído significativamente na formação e recuperação de muitas mulheres e crianças. Trouxe à luz mais dois filhos com Sebastião, um belo e sadio menino e uma menina que saiu todinha à beleza e elegância da mãe.

Por: Assis Rondônial Literatura> Ficçãol 21/01/2011 lAcessos: 15 Julio Neris Atravessando os problemas da vida com Deus

Na vida enfrentamos muitos problemas, mas com fe em Deus podemos vencer todas as dificuldades.

Por: Julio Nerisl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2010 lAcessos: 668 Lygya Maya Como Ser Uma Mulher Poderosa Em Vez De Medrosa!

Esse artigo é dedicado ao dia da mulher.Leia dicas poderosas para acabar com o câncer social da desigualdade!

Por: Lygya Mayal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 03/03/2009 lAcessos: 2,779 lComentário: 2 Escritorcampos Enigma da vida

O nosso espírito, ou a nossa essência quando se transforma, morre o velho para nas­cer o novo, pensemos na evolução de nossas almas e, estaremos vendo morrer a ig­norância e, nascendo a sabedoria.

Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/05/2010 lAcessos: 520 Escritorcampos HIPNOSE DE VIDAS PASSADAS

Você sabe o que é hipnose? Ah... Você pensa que sabe.

Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/05/2010 lAcessos: 521 Escritorcampos O Castelo dos desejos libidinosos

Este livro deseja demonstrar os valores do homem em sua bondade, e maldade pelo poder, pela riqueza, fama, miséria etc... Demonstrando o óbvio milenar da luta interna do ser humano entre o bem e do mal.Aliás, são coisas bem corriqueiras do nosso dia-a-dia. Desde que... o mundo é mundo, acontecem maldades de muitas maneiras, e o ser humano na sua cegueira, não se apercebe de que irá ter o devido retorno de suas funestas atitudes!

Por: Escritorcamposl Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 122 Thiago de Almeida Quando O Amor Rima Com Dor E Se Transforma Em Uma Patologia

amar alguém, em primeira análise, significa reconhecer uma pessoa como fonte real ou potencial para a própria felicidade. Contudo, ao que parece, cada pessoa sabe exatamente como está sentindo seu amor, ou lamentando a falta dele, se regozijando ou sofrendo com ele, explicando que tipo de amor é o seu, reclamando reciprocidade, exigindo cumplicidade ou ocultando o amor proibido. Será mesmo?

Por: Thiago de Almeidal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 10/06/2008 lAcessos: 3,883 lComentário: 2 Escritorcampos NUANÇAS DA VIDA

Jamais perca o norte, Cuidado com a língua, Ela é como uma espada Muito afiada, Que possuí dois corte. Tenha-a afinada, Para bendizer a sorte.

Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/05/2010 lAcessos: 277 A tragédia grega: breve estudo comparativo entre édipo rei e médeia

Este artigo é um breve estudo comparativo de duas Tragédias de origem grega.

Por: Andréa Luzl Literatura> Poesial 13/05/2011 A comédia aristofânica - uma possível leitura de lisístrata

Este artigo trata de uma possível leitura da Comédia Grega, especificamente a de vertente Aristofânica.

Por: Andréa Luzl Literatura> Poesial 13/05/2011 Ensaio sobre "o guardador de rebanhos" de alberto caeiro

Este texto é um olhar sobre a poesia O guardador de rebanhos, do heterônimo de Fernando Pessoa, Alberto Caeiro.

Por: Andréa Luzl Literatura> Poesial 13/05/2011 Uma possível análise do poema eros e psique de fernando pessoa

Este artigo é uma análise crítico-literária do Poema Eros e Psique, do poeta Fernando Pessoa

Por: Andréa Luzl Literatura> Poesial 13/05/2011 O clássico em ricardo reis

Este artigo é uma breve análise das Odes de Ricardo Reis e sua relação com a poesia clássica.

Por: Andréa Luzl Literatura> Poesial 13/05/2011 Nada rima com lâmpada? Eu discordo!

Bom muitos dizem que não existe rimas para lâmpada eu discordo e pra isso fiz esse poema!

Por: Renato B. $antosl Literatura> Poesial 12/05/2011 Rosangela Zorio "Penumbra"- "Desvairada"

Texto sensual-erótico, com detalhes "apimentados" de uma relação amorosa. Romântico e envolvente.

Por: Rosangela Zoriol Literatura> Poesial 11/05/2011 Rosangela Zorio "Nós dois"

Uma narrativa descritiva , onde a autora relata uma noite de amor numa velha cabana abandonada. Uma leitura gostosa, sensual e romântica. Com detalhes eróticos, porém sem vulgaridade, sem pornografia... Vale a pena conferir.

Por: Rosangela Zoriol Literatura> Poesial 11/05/2011 lAcessos: 11 Rosangela Zorio "Penumbra"- "Desvairada"

Texto sensual-erótico, com detalhes "apimentados" de uma relação amorosa. Romântico e envolvente.

Por: Rosangela Zoriol Literatura> Poesial 11/05/2011 Rosangela Zorio "Nós dois"

Uma narrativa descritiva , onde a autora relata uma noite de amor numa velha cabana abandonada. Uma leitura gostosa, sensual e romântica. Com detalhes eróticos, porém sem vulgaridade, sem pornografia... Vale a pena conferir.

Por: Rosangela Zoriol Literatura> Poesial 11/05/2011 lAcessos: 11 Adicionar novo comentário Seu nome: * Seu Email: if($.cookie("screen_name")) { $('#not_logged_in').hide(); } Comentário: *   document.write(''); O código de verificação:* * Campos obrigatoriós Publicar

seus artigos aqui
é de graça e é fácil

Cadastro Menu do autor área do Autor Publicar Artigos Ver/Editar Artigos Ver/Editar P&R Editar Conta Perfil do autor Estatísticas RSS Builder Pessoal área do Autor Editar Conta Atualizar Perfil Ver/Editar P&R Publicar Artigos Perfil do Autor Rosangela Zorio Rosangela Zorio tem 3 artigos online Enviar mensagem ao autor Canal RSS Imprimir artigo Enviar a um amigo Re-publicar este artigo Categorias de Artigos Todas as Categorias Arte& Entretenimento Automóveis Beleza Carreira Casa & Família Casa & Jardim Ciências Crônicas Culinária Direito Educação Esportes Finanças Futebol Internet Literatura Marketing e Publicidade Negócios & Admin. Notícias & Sociedade Press Release Psicologia&Auto-Ajuda Relacionamentos Religião & Esoterismo Saúde Tecnologia Turismo e Viagem Literatura Ficção Poesia Necessita de ajuda? Fale Conosco FAQ Publicar Artigos Guia Editorial Blog Links do Site Artigos Recentes Autores Populares Artigos Populares Encontrar Artigos Sitemap Webmasters RSS Builder RSS Link a nós Informação Empresarial Anunciar O uso deste site constitui a aceitação dos Termos de Uso e da Política de Privacidade | O conteúdo publicado pelos usuários é licenciado sob Creative Commons License.
Copyright © 2005-2011 Ler e Publicar Artigos por Artigonal.com, todos os direitos reservados. Quantcast

View the original article here

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails