Tumulto na venda do iPad 2 na China deixa 2 feridos

Duas pessoas ficaram feridas e tiveram que ser atendidas em hospitais de Pequim este fim de semana durante o tumulto causado na Apple Store da cidade nos primeiros dias de venda do iPad 2 na China, informou nesta segunda-feira o South China Morning Post.

Segundo informa??es da imprensa chinesa, "um estrangeiro com uniforme da Apple usou seus punhos e um peda?o de madeira" contra clientes que queriam furar a fila formada na entrada da loja e revender iPads.

Al?m disso, um dos vidros da loja foi quebrado, e perante o caos gerado os respons?veis decidiram fech?-la, em um incidente ocorrido na tarde do s?bado - um dia depois da estreia do iPad 2 na China - na regi?o de Sanlitun, uma das principais ?reas comerciais da capital.

Um dos feridos, Ding Wencheng, assegurou ao jornal Legal Evening News que ele estava fazendo fila junto com sua mulher quando o mencionado estrangeiro come?ou a gritar para ele em ingl?s, para depois agarr?-lo pelo colarinho e tir?-lo da fila aos empurr?es, ferindo-o na boca e na cintura.

O outro ferido, do qual o South China Morning Post publicou imagens, sofreu um ferimento na cabe?a e tamb?m assegurou que n?o estava tentando revender iPads ou firar a fila. Os ataques enfureceram a multid?o das imedia??es, que pediram ? loja que lhes "entregasse" o agressor, refugiado no interior do estabelecimento.

Perante o crescente tumulto, a pol?cia chegou ao local e dispersou as pessoas, em uma a??o na qual n?o houve detidos e ningu?m mais ficou ferido, assegura o jornal. A loja reabriu normalmente neste domingo, embora as filas para adquirir o iPad 2 tenham desaparecido, assinalaram ao jornal fontes da Apple em Pequim.

O incidente foi muito comentado em f?runs de internet chineses, especialmente pelo fato de que o ataque foi feito por um estrangeiro. Alguns chegam a assegurar que se trata de um caso de "discrimina??o racial".

NOTEBOOK

Related Posts with Thumbnails